Home
Fique por dentro


Fique por dentro | O segredo de como melhor investir em casa de “flip”


A tendência atual do mercado imobiliário nos Estados Unidos é de comprar casas para reformar e revender ou até mesmo alugar. O termo “flip homes”, quando traduzimos para o português ao pé da letra, significa “girar casas”. É isso mesmo: quanto mais rápido você fizer a aquisição (contrato), a compra (fechamento), reformar ou renovar, e listar no mercado para a revenda, mais dinheiro entrará no seu bolso no final do projeto. É sobre isso que muitas pessoas não têm o conhecimento, nem mesmo a assistência de um bom corretor de imóveis, sobre as ferramentas básicas e necessárias de se fazer um empréstimo para esse tipo de investimento na área do Real Estate na América do Norte.

Falaremos aqui nesta coluna nos próximos meses sobre esse assunto. Será uma série de conteúdos com temas variados, de como adquirir um empréstimo e comprar um imóvel no mercado de Atlanta, independente de qual seja o seu perfil de investidor: alugar ou reformar e revender.


Série I - Como adquirir um imóvel para reformar?


Quase todos nós temos um conhecido, amigo ou parente que já trabalhou ou comprou uma casa para reformar. Se você pensar bem, comprar uma casa destruída ou que não esteja em condições de moradia e transformá-la em uma linda casa é uma boa ideia, ainda mais quando estamos ganhando dinheiro com essa aventura. Todos nós temos um pouco o perfil de aventureiros e designers dentro de nós, e nós brasileiros somos muito criativos nisso. Então, vamos lá! Existem vários meios de adquirir uma casa e vários meios de se pagá-la.

  • RETAIL - método mais tradicional de compra, de forma direta, com auxílio de um corretor de imóveis;
  • FSBO - significa comprar direto com o dono, casa à venda for sale by owner;
  • FORECLOSURE AUCTION - leilão tipicamente online ou na “calçada” dos tribunais de justiças locais (Courthouse steps auction);
  • REO - direto do banco ou de alguma agência do governo. REO significa real estate owned;
  • WHOLESALE - preço de custo mais barato do que no varejo, ou seja, “atacado”;
  • PROBATE COURT/ TAX LIEN - casas compradas em juízo no tribunal de justiça, com dívidas pendentes de impostos pessoais ou da propriedade para os governos federais, estaduais ou até mesmo da cidade;
  • CASH - à vista;
  • CONVENTIONAL, FHA ou VA LOAN - financiamento por uma instituição financeira convencional, com juros de mercado;
  • OWNER FINANCING - financiamento particular direto com o dono;
  • HARD MONEY LENDER - empréstimo por intermédio de um banco de investidores financeiros, geralmente com juros mais altos.

Vamos falar um pouco sobre comprar imóveis no varejo, que são as casas listadas no mercado imobiliário através de corretores e imobiliárias licenciadas no estado. Neste caso, estamos falando do estado da Geórgia nos sistemas de FMLS (First Multiple Listing Service) e GAMLS (Georgia Multiple Listing Service).

É por meio desses dois sistemas sobre os quais os corretores licenciados (e somente eles) têm acesso à lista de propriedades residenciais à venda, aluguel, espaços comerciais, lotes e áreas de pequeno e grande porte comercial atualizada em tempo real, com todas as informações necessárias para que o agente possa mandar uma proposta/oferta em qualquer imóvel.

Um detalhe importante que nem todos sabem é que websites de terceiros como Zillow, Realtor.com, Trulia, Redfin, homes.com, e milhares de outros por aí de pesquisa na internet como Google, Internet Explorer, Bing, Safari, Yahoo etc., recebem essas informações do FMLS e GAMLS listando anúncios nos websites como sendo “seus”, gerando tráfego de cliques e de pessoas navegando nesses sites. Muitas vezes, pelo fato de não terem informações atualizadas e verdadeiras, o cliente fica confuso e não sabe o motivo de, por exemplo, no Zillow estar dizendo “disponível for sale” ou “disponível for rent” e quando o corretor olha o real status da casa, a mesma já está com contrato ou até mesmo nem se encontra mais à venda.

No mercado atual, ainda encontramos bastante opções de todos os preços e gostos para investir e reformar. Comprar uma casa retail pelo método tradicional, não significa que você estará perdendo dinheiro ou pagando mais caro naquele imóvel. Tudo é questão de saber fazer o negócio. Com a assistência de um bom corretor de imóveis, com experiência e com sua dedicação ao cliente, ele o auxilia com pesquisas, visitas, pré-inspeções, ofertas, preços das casas comparáveis, condomínio, impostos, obtenção de um título limpo, empréstimo, preço de compra justo, fechamento, e no preço de revenda e a venda dessa propriedade.

Muitas vezes um corretor com mais experiência no mercado investidor saberá até mesmo assessorar o cliente com uma média de custo da reforma. Claro que o ideal é um bom empreiteiro (general contractor) com as licenças especializadas, porque ele está apto a passar um orçamento real e estimativa de tempo para a execução do projeto. Tudo isso deve ser feito em contrato e no papel; nada de fechar negócios de boca. Contratos assinados e executados por ambas as partes é uma proteção para o seu investimento.


Dica do mês


Lembre-se de que se seu projeto for somente estético como trocar piso, pintura, trocar armários, eletrodomésticos de cozinha, torneiras, jardinagem, telhado etc., você estará fazendo uma renovação (renovation).

Se você quiser ser mais audacioso e mudar a planta, derrubar paredes, adicionar banheiros, quartos, terminar um basement, decks etc., você estará fazendo remodeling, do qual é exigido tirar uma permissão (permit) na cidade onde o imóvel estiver localizado, projeto de engenheiro licenciado no estado e muito mais. Isso é muito importante até mesmo na hora revender esse imóvel, pois vai garantir um melhor preço e todas as adições e mudanças que foram feitas no seu projeto estarão no recorde daquela propriedade com o município e com a cidade.




Wanessa Moore
Corretora

 
Fique por dentro | Imigrantes e lesões pessoais. Quais são os seus direitos?


A cada dia cresce mais a comunidade de imigrantes do mundo inteiro que escolheram Atlanta como seu local de residência. Além de uma economia crescente e oportunidades profissionais, o estado da Geórgia tem um clima agradável e um charme sulino convidativo. De acordo com o American Immigration Council, um em cada dez moradores da Geórgia é imigrante, enquanto quase 8% dos residentes são cidadãos nativos americanos, que têm pelo menos um dos pais imigrantes.

Com o surgimento de uma crescente comunidade de imigrantes, Geórgia se beneficia das várias maneiras pelas quais os residentes nascidos no exterior participam da economia e da força de trabalho. São quase 40% de imigrantes entre todos os agricultores, pescadores e silvicultores do estado e quase 25% dos profissionais de Ciências da computação e da matemática. Como trabalhadores, donos de empresas, contribuintes e vizinhos, os imigrantes são parte integrante das diversas e prósperas comunidades da Geórgia e fazem extensas contribuições que beneficiam a todos.

Mesmo com a má fama do estado da Geórgia, de ter práticas controversas de imigração no passado, no geral, as comunidades de imigrantes, com ou sem status legal de imigração, adaptaram-se à cultura sulista americana e se integraram bem à sociedade. Mas, às vezes, a desinformação pode interferir na forma como os imigrantes lidam com suas vidas, por isso preparamos este artigo para educar todos os imigrantes sobre os direitos quando se trata de um caso de acidentes e lesões pessoais.

Estar em uma situação em que você se machuca não é fácil. Pode ser um acidente de trabalho ou uma compensação do trabalhador; um acidente de automóvel; um acidente de pedestre; acidente de ônibus; um deslize e queda; uma mordida de cachorro enquanto caminhava na rua ou fazia seu trabalho; uma negligência médica; ou mesmo casos de morte de um membro da sua família por negligência de terceiros. Ao lidar com o trauma de uma lesão, as vítimas podem achar difícil determinar que passos devem tomar para se recuperarem totalmente de sua lesão e recuperar os danos que merecem, já que muitas vezes ficam com problemas emocionais e financeiros, como despesas médicas, incapacidade. para trabalhar e perder salários devido à lesão e outros danos resultantes do acidente.

Para adicionar mais estresse à situação, os imigrantes geralmente temem iniciar uma reivindicação de ferimento pessoal quando feridos injustamente, temendo implicações com seu status legal de imigração ou com um juiz ou júri injusto. Entenda um pouco como funciona as cortes no estado da Geórgia.


A GEÓRGIA PREZA O DIREITO DE IGUALDADE NOS TRIBUNAIS DO ESTADO PARA UM JULGAMENTO JUSTO


Para que a justiça seja verdadeiramente servida no sistema judiciário da Geórgia, todas as pessoas merecem um julgamento justo, e este depende de um resultado baseado exclusivamente em evidências admissíveis. Um resultado de um processo de lesão que é influenciado de qualquer forma injusta com base na raça, religião, país de residência ou nascimento do requerente ou réu, ou situação financeira, não é um julgamento justo.


O STATUS DA IMIGRAÇÃO NÃO DEVE DECIDIR O RESULTADO DE UM CASO DE LESÕES PESSOAIS


A lei da Geórgia declara que todo indivíduo, independentemente de seu status de imigrante, tem o direito de apresentar uma reclamação por danos pessoais ou entrar com uma ação judicial. Com o conhecimento da lei na Geórgia e o advogado certo, você pode sentir mais confiança. Se você é um imigrante indocumentado que vive no estado da Geórgia e sofreu ferimentos em um acidente de carro causado por um motorista negligente, você tem direitos. Você pode legalmente buscar compensação por seus danos. Da mesma forma, se um ente querido sofreu uma lesão catastrófica em um acidente de automóvel, você tem o direito de registrar uma reclamação contra o motorista em falta em nome do seu ente querido.

Recomendação da maioria dos advogados de danos pessoais a qualquer pessoa, com ou sem status legal de imigração quando você machuca

  • Tire fotos de seus ferimentos assim que possível;
  • Procure ajuda médica. Mesmo que a lesão não seja de risco de vida, consulte um médico, siga o plano de cuidados e participe de todas as consultas de acompanhamento;
  • Escreva uma narrativa do que aconteceu enquanto os detalhes do incidente ainda estão frescos em sua cabeça;
  • Faça uma lista de testemunhas e suas informações de contato, se você souber;
  • Procure ajuda profissional entrando em contato com um advogado de lesões pessoais experiente. Ele ou ela revisará seu caso e dará a você o melhor conselho. Siga quaisquer instruções adicionais de seu advogado;
  • Evite fazer declarações públicas. Enquanto seu caso estiver sendo resolvido, você deve evitar compartilhar qualquer coisa relacionada à sua lesão com meios de comunicação pública, em mídias sociais ou outros sites, e até mesmo com amigos e familiares. A companhia de seguros da outra parte envolvida estará trabalhando para construir um caso contra a sua reivindicação, e ela estará pesquisando qualquer informação pública que você der, na esperança de encontrar evidências que contradigam o seu testemunho anterior.

POR QUE CONTRATAR UM ADVOGADO PARA REGISTRAR UMA REIVINDICAÇÃO DE LESÕES PESSOAIS?


Qualquer pessoa injustamente ferida deve contratar um advogado de lesões pessoais para representá-los em sua reivindicação de seguro ou ação judicial. Lidar com as companhias de seguros após um acidente é estressante e difícil. Advogados de lesões pessoais (personal injury) sabem todos os truques que as seguradoras usam para tentar negar sua reivindicação ou levá-lo a aceitar um acordo que valha menos do que merece.

Um advogado irá protegê-lo de ações desonestas e às vezes ilegais. Um escritório de advocacia também irá guiá-lo através deste processo e cuidar das tarefas administrativas. Em geral, trabalhar com um advogado para sua reivindicação de lesões aumenta a chance de obter a compensação máxima por seus ferimentos. A maioria dos advogados de danos pessoais até oferecem opção de receber o pagamento de seus serviços somente se você ganhar o seu caso.

As informações contidas neste artigo têm função apenas para fins informativos e não devem ser interpretadas como aconselhamento jurídico sobre lesões pessoais. Se você acredita que você ou um membro de sua sofreu lesões pessoais sem estar em falta pelo acidente, procure um advogado para aconselhamento legal e análise do seu caso específico.



Fonte: American Immigration Council

 
Fique por dentro | Não é tarde demais para tomar a vacina da gripe


CDC adverte sobre as preocupações com a nova linhagem do vírus da gripe para a temporada de 2019


Não é nenhum segredo que os especialistas e organizações da área de saúde estão em constante alerta para controlar epidemias que podem rapidamente se alastrar mundo afora. O que muitas pessoas não sabem é que doenças muito conhecidas, e às vezes até ignoradas, podem ser letais, como é o caso da gripe. Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), a gripe sazonal chega a matar até 650 mil pessoas por ano no mundo inteiro.

Mesmo com todos os alertas e campanhas de conscientização sobre o vírus da gripe, muitas pessoas não tratam a doença com seriedade. Sintomas como dor de cabeça, vias respiratórias congestionadas, tosse e dor muscular podem confundir as pessoas a pensarem que estão com um resfriado severo.

Chega o tempo frio e nós somos todos bombardeados com campanhas para a vacinação contra a gripe. Quando chega a contagem regressiva para a primavera, nos preocupamos cada vez menos em nos protegermos contra o vírus da gripe, e quem não se vacinou ainda acaba deixando para a próxima temporada fria. Mas as estações do ano são diferentes em cada região do planeta, e graças às maravilhas da tecnologia em conectar as pessoas globalmente, ficamos sempre expostos ao vírus da gripe (influenza). Segundo o CDC (Centers for Disease Control and Prevention – Centro de Controle e Prevenção de Doenças), esse vírus vem sofrendo inúmeras mutações das duas estirpes de influenza A - H3N2 e H1N1, e das duas estirpes de influenza B, tornando o vírus muito mais resistente aos tratamentos e muito mais mortal. A OMS também enfatiza a importância da vacina contra a gripe, principalmente para proteger as crianças, os idosos, as mulheres grávidas e as pessoas com o sistema imunológico vulnerável.


OS TIPOS DE VÍRUS INFLUENZA SÃO:


Influenza A é o mais perigoso. Mata mais, tem alto potencial de modificação e é mais facilmente transmitido. Hoje, os encontrados em seres humanos são o H1N1 e o H3N2.

  • Subtipo H1N1 - Responsável pela gripe espanhola em 1918 e, modificado, pela gripe suína em 2009. Hoje, causa a gripe comum.
  • Subtipo H3N2 - Responsável pela gripe de Hong Kong de 1968, causou quase 50 mil internações nos Estados Unidos e já circula no Brasil.
  • Outros subtipos - H2N2, H5N1, H1N2 etc.

A Influenza B não se modifica tanto e costuma causar surtos localizados, em penitenciárias ou quartéis, por exemplo. Causa mais mortes em crianças.

Influenzas C e D são menos comuns, afetam seres humanos, cães e porcos. Podem causar infecções mais graves, mas não geram epidemias, segundo o CDC. A Influenza D afeta apenas bovinos.


PREOCUPAÇÕES SOBRE AS PREVISÕES DA GRAVIDADE DA TEMPORADA DE GRIPE PARA 2019


É muito difícil prever todas as variações do vírus da gripe que vai circular a cada ano, por ele estar em constante mutação, às vezes até mesmo dentro de uma mesma estação.

Após uma extensa pesquisa e estudo do vírus da Influenza, o CDC em Atlanta anunciou que a vacina contra a gripe deste ano, como no ano passado, consistirá de duas variações de influenza A - H3N2 e H1N1, e duas variações de influenza B. A pesquisa também adverte que a estação da gripe em 2019 será severa. Até janeiro deste ano, 6.2 a 7.3 milhões de pessoas apareceram com sintomas da gripe. Além disso, houve 2,9 a 3,5 milhões de visitas médicas e 69,300 a 83,500 visitas hospitalares relacionadas à gripe e milhares de mortes. A vacina da gripe de 2019 foi atualizada para melhor efetividade contra os vírus que estão circulando atualmente. O componente B / Victoria foi alterado e o componente influenza A (H3N2) foi atualizado. Entre as principais recomendações para a temporada 2018-2019 está o spray nasal (vacina atenuada com influenza viva ou “LAIV”).

A cada estação a vacina da gripe protege você, criando anticorpos para combater a atual variação do vírus. Com a constante mutação, a vacinação anual é a melhor ferramenta para proteger você e sua família contra a gripe influenza. Então se você ainda não recebeu a vacina, nunca é tarde demais para se proteger.

No Brasil, o lançamento da campanha nacional de vacinação contra a gripe será no dia 23 de abril. O Secretário da Saúde no Brasil, João Gabbardo dos Reis, afirmou que as vacinas já estarão atualizadas contra as variações do vírus que circulou aqui no Hemisfério Norte.



Da Redação

 
Fique por dentro | 5 dicas para a manutenção do seu carro no inverno


Aqui na Geórgia, o uso de nossos veículos não é uma regalia, e sim uma necessidade. Por isso, precisamos ter uma atenção especial com a manutenção do nosso carro. Você sabia que seu veículo necessita de cuidados redobrados em dias frios? Apesar de muitos motoristas não se preocuparem com isso, cuidar do carro no inverno é fundamental para que não ocorram problemas com alguns componentes e sistemas.

Mesmo o inverno da Georgia não sendo tão rigoroso quanto em outras regiões norte dos Estados Unidos, com a temperatura mais baixa, o carro não rende como deveria. Algumas peças precisam de uma atenção maior quanto à manutenção, visto que nesta estação do ano existem mais situações de risco, as quais o automóvel fica exposto, como chuvas, neblina, granizo, pistas congeladas, e, às vezes, até neve. É então que aparecem os problemas já conhecidos pelos mecânicos: pneus; bateria; ar-condicionado; limpadores de para-brisa; componentes de partida do motor, que podem fazer barulhos estranhos; e pintura, que também merece atenção redobrada.

Para facilitar a sua vida, relacionamos cinco itens que necessitam de mais atenção em temperaturas mais frias.


1. BATERIA:


Sem dúvida, um dos elementos que mais sofre com o inverno, perdendo parte da sua eficácia, pois o frio exige mais dela. Baixas temperaturas reduzem a velocidade de reação dos componentes químicos da bateria, como, por exemplo, sua potência em relação a dias mais quentes. O número de funcionalidades utilizadas com o frio pode aumentar: aquecimento, limpa para-brisas, luzes de nevoeiro, bancos aquecidos ou sistemas de infoentretenimento mais elaborados, tudo isso, aumenta o esforço da bateria. Por vezes, a bateria pode simplesmente 'morrer' sem qualquer aviso. Fique atento à sua carga de bateria. Se o motor rodar com lentidão no momento em que gira a chave de partida, é um indício de baixa carga na bateria (ou seja, fique de olhos e ouvidos atentos em relação ao motor). É recomendado procurar saber se ainda há possibilidade de uma recarga, ou se será necessária a troca total do equipamento.


2. MOTOR:


As baixas temperaturas acabam influenciando na performance do motor do carro. Tanto ele, quanto todo o sistema elétrico precisam de mais energia para funcionar. Por isso que muitas vezes o carro não pega de primeira ou acaba engasgando. O frio também deixa o óleo lubrificante do motor mais viscoso e dilata com mais dificuldade, o que exige um pouco mais da bateria para dar a partida no carro. Todo esse esforço pode fazer com que sua carga se esgote mais rapidamente, e é aí que o problema surge. Nesses casos, a manutenção preventiva é a melhor saída. Vá a um mecânico de confiança e faça uma vistoria em todos os componentes, principalmente no alternador, para verificar se ele está recarregando a bateria corretamente. Nos dias mais frios, nunca dê a partida com o rádio ou os faróis ligados.


3. PNEUS:


Todos os pneus, inclusive o estepe, devem ser verificados uma vez por semana, tanto no frio quanto no calor. Por conta do tempo frio, os pneus são afetados em sua pressão e podem rodar parcialmente murchos. Isso aumenta o consumo de combustível e os seus gastos. Sempre que for abastecer, verifique se a calibragem está de acordo com o número fornecido pelo fabricante. Além disso, como as ruas e estradas ficam mais úmidas por conta do mau tempo, e congeladas, se o pneu estiver careca, há o aumento do risco de derrapagem. Evite ao máximo conduzir caso estejam "carecas”. Os sulcos existentes nos pneus não podem ter profundidade inferior a 1,6 milímetros. Isso é indicador de desgaste. Os sulcos estão localizados em seu costado, entre os sulcos e em alto-relevo. Quando eles se tornam visíveis, chegou a hora de substituir o pneu.


4. LIMPADORES DE PARA-BRISAS:


Um dos elementos mais descuidados pelos automobilistas está bem à sua frente. As escovas do para-brisas são essenciais para a correta visibilidade da estrada e do ambiente à sua volta, mas, muitas vezes, são esquecidas quando chega o inverno. Assim que as escovas começarem a deixar o para-brisas mais embaçado do que limpo, é altura de proceder à sua mudanças, mesmo que o mais indicado seja fazê-lo imediatamente antes do inverno. A recomendação contida na maioria dos manuais de carros é que se faça a troca da palheta a cada três meses. Outra dica é sempre manter limpo e carregado o reservatório de água do limpador de para-brisa, principalmente com o carro no frio. Com o tempo frio e a neblina, o uso desse equipamento tende a aumentar. Pode-se até misturar algum tipo de detergente na água, para melhorar a eficiência da limpeza do vidro.


5. VERIFIQUE O ESTADO DOS FARÓIS E DOS FREIOS.


Eles são muito importantes para sua segurança em caso de chuva ou neblina na estrada. Tenha cuidado: As chuvas de inverno, granizo e geadas deixam as rodovias muito escorregadias. Fica muito mais difícil dirigir, percorrer curvas e até mesmo frear. Um conselho simples e efetivo é diminuir a velocidade. Também vale ligar os faróis, eles te ajudarão a ter uma melhor visibilidade da estrada, e mantenha distância dos carros da frente. Caso você precise pisar no freio, essa medida te garante mais segurança.



Dicas da Express Auto Repair

 


Translate

Portuguese English Spanish