Home Capa
Capa | DRA. STACEY PEREIRA: GINECOLOGISTA E OBSTETRA BRASILEIRA EM ATLANTA
Tuesday, 19 October 2021 00:00


Stacey Pereira nasceu em Fortaleza, no Brasil, e é a mais velha de três filhas. Quando tinha dois anos de idade, sua família se mudou para New Mexico aqui nos EUA, quando seu pai veio fazer um mestrado em Física. Após término desse mestrado, seu pai foi convidado para trabalhar para a Microsoft, e a família se mudou para Seattle, onde Stacey passou quase toda a sua infância e juventude.

Com 13 anos, ela retorna com sua família para Fortaleza, onde ela estudou um pouco do ensino fundamental e médio. A família decidiu que Stacey faria o último ano da high school nos EUA, já se preparando para fazer faculdade. Ela estudou na Universidade de Washington em Seattle, quando decidiu fazer Medicina, e se mudou para Chicago. Lá ela terminou seus estudos e fez residência médica por quatro anos. Stacey se formou em Medicina com Especialização em Ginecologia e Obstetrícia.

A Dra. Stacey Pereira é especialista em cirurgia ginecológica minimamente invasiva com ênfase única em robótica, tendo recebido ampla experiência em um dos melhores hospitais de treinamento da América. Ela acredita totalmente em cuidados preventivos de bem-estar, ginecologia suave e a incorporação de serviços estéticos de nível médico para otimizar a saúde e a vida de suas pacientes.

Apesar de se considerar uma brasileira-americana, ela sempre teve acesso à cultura brasileira em sua casa. Viveu no Brasil dos 13 aos 17 anos e é fluente em português e espanhol. Recebeu seu bacharelado em ciências pela Universidade de Washington, onde completou uma especialização dupla em Neurobiologia e Saúde Pública. Ela também remou competitivamente pela equipe feminina da Universidade de Washington, ganhando uma medalha de prata da NCAA como estudante do segundo ano. Ela completou a Escola de Medicina e o treinamento de residência no Rush University Medical Center, um dos melhores centros médicos acadêmicos de Chicago. Ela também é membro da Georgia Obstetric and Gynecologic Society.

A brasileira, com sua personalidade cativante, conquistou uma grande clientela por onde passou. Após terminar sua residência, ela se casou e se mudou para a Geórgia, cidade natal de seu esposo. Aqui em Atlanta ela trabalhou em algumas clínicas grandes e aos poucos foi se acostumando ao estilo de vida charmoso do sul dos EUA. Aqui ela também encontrou uma grande comunidade brasileira, na qual ela rapidamente procurou conhecer.

A atitude amigável e expansiva da Dra. Pereira é rapidamente evidente e, como médica, ela se dedica a construir um relacionamento pessoal com seus pacientes. Ela é apaixonada pela alegria de dar à luz por meio de sua prática obstétrica, além de se especializar nos aspectos clínicos e cirúrgicos da saúde feminina. É igualmente apaixonada pelo avanço da saúde clínica e cirúrgica da mulher, e dentro disso publicou e apresentou pesquisas em várias conferências nacionais de sociedades médicas.

Como brasileira-americano, Dra. Pereira sempre teve interesse em fazer avançar a causa dos latino-americanos. Ela ocupou um mandato de dois anos como Presidente do Meio-Oeste da National Hispanic Medical Association e desempenhou um papel central na organização de várias conferências nacionais e regionais promovendo as minorias na medicina. Ela é ativa na comunidade brasileira local, na qual já participou da feira anual da saúde brasileira e outras iniciativas e campanhas locais. Recentemente se tornou membro eleita do Rotary Club Atlanta Brasil e gosta de servir e ensinar na comunidade. Ela também é colunista da coluna mensal “Espaço Mulher” aqui da revista.

Para conhecermos um pouco mais sobre Dra. Stacey Pereira, trazemos um bate-papo super agradável com a médica, no qual ela fala sobre a sua vida pessoal e sobre sua nova clínica em Atlanta, a Women’s Integrative OBGYN. Confira!



CIA BRASIL: Dra. Stacey, conte-nos um pouco sobre você, sua família, quando veio para os Estados Unidos e porque decidiu vir morar na Geórgia.

Dra. Stacey: Eu sou a mais velha de três filhas de um pastor cearense e nossa mãe é filha de um casal de missionários americanos que viveram no estado do Piauí, lá no Brasil. Meu pai veio fazer mestrado em Física aqui nos EUA, e quando terminou trabalhou para a Microsoft em Seattle, onde passei quase toda a minha infância e juventude. Voltamos ao Brasil quando eu tinha 13 anos e gostei muito dessa experiência. Estava próximo da minha família paterna, que é uma família grande. Quando retornei pra cá, fiz o último ano do high school e já comecei a fazer minha faculdade. Estudei na Universidade de Washington, em Seattle. Quando decidi fazer Medicina, me mudei para Chicago, onde terminei meus estudos e fiz minha residência médica. Lá também conheci meu esposo e me casei. Há quatro anos decidimos nos mudar para a Geórgia, onde ele nasceu e cresceu. Assim me mudei para esta cidade maravilhosa de clima agradável e gente linda.


CIA BRASIL: Quando você decidiu ser médica e como foi a sua jornada para frequentar a Medical School nos EUA?

Dra. Stacey: Quando comecei a fazer faculdade, fiz um Double Major em Neurobiologia e Saúde Pública. Naquela época era muito comum estudantes de neurociência migrarem para o campo da medicina. Como minhas notas eram excelentes, não tive muita dificuldade em começar o meu Medical School. Foi lá que me apaixonei pela obstetrícia e ginecologia, pois sempre me interessei por todos os assuntos que envolvem a saúde da mulher e cirurgia especializada, como a cirurgia robótica (Davinci’s Robot Surgery) e a histeroscopia, em que se usa microcâmeras para fazer cirurgias no útero. Aqui nos EUA você precisa estudar, no mínimo, oito anos para se formar como médico e fazer mais quatro anos de residência, totalizando 12 anos de estudo e estágio. É realmente uma decisão importante se dedicar tantos anos para se formar no Medical School.


CIA BRASIL: Por que você decidiu vir morar na Geórgia?

Dra. Stacey: Após a minha residência de quatro anos e minha mudança para a Geórgia, trabalhei em grupos grandes de medicina na minha área de ginecologia e obstetrícia. Hoje estou com a minha própria clínica, Women’s Integrative OBGYN, onde cuidamos da saúde da mulher como um todo (the whole person’s health), visando o bem-estar físico e mental de minhas pacientes. Meu estilo de medicina é de interagir com o paciente o máximo possível, assim sinto que o meu papel de médica é mais eficiente.


CIA BRASIL: Fale sobre a sua experiência como médica brasileira nos EUA. Você sente que as oportunidades são iguais para mulheres no mundo da saúde?

Dra. Stacey: Hoje temos mais mulheres entrando na Medicina, comparado com a média que era na sua grande maioria composta de homens. Mas ainda é difícil ter acesso a certas especializações, principalmente na área de cirurgias. Esta foi a razão de eu ter ficado em Chicago por algum tempo após meus estudos, pois o hospital que fiz residência era excelente na área de cirurgias e recebi um excelente treinamento lá.


CIA BRASIL: Fale um pouco sobre como nasceu o seu projeto de abrir a sua própria clínica: a Women’s Integrative OBGYN.

Dra. Stacey: Sempre sonhei em poder atender na minha própria clínica. Estamos buscando oferecer uma experiência única na Women’s Integrative OBGYN, com cuidados para a saúde da mulher e outros serviços como estética médica e atendimento em português.


CIA BRASIL: Como foi a pandemia do COVID-19 para você e seu trabalho como obstetra? O lockdown atrapalhou o seu trabalho?

Dra. Stacey: Na minha vida pessoal senti muitas mudanças. Na vida profissional, o meu trabalho aumentou e minha rotina não mudou muito, pois estávamos monitorando todas as nossas pacientes grávidas, mesmo que por vezes através do Teledoc. O que foi mais preocupante no início da pandemia foi o fato de não sabermos muito sobre o vírus e todos estarem muito apreensivos sobre o contágio. Acabei pegando a doença enquanto estava tralhando, mas graças a Deus não tive muitos sintomas.


CIA BRASIL: Durante a pandemia do COVID-19, quais foram os maiores riscos para as mulheres grávidas?

Dra. Stacey: Mulheres grávidas correm mais risco de complicações sérias devido ao COVID do que mulheres não gravidas; é semelhante ou maior do que o risco da gripe (influenza). Na fisiologia da mulher durante a gravidez, naturalmente o sistema imunológico fica baixo para que o corpo da mãe não rejeite o feto. Com isso, é de extrema necessidade as grávidas evitarem o contato com esses vírus que causam sintomas de problemas pulmonares.


CIA BRASIL: As mulheres grávidas podem tomar vacina sem nenhuma preocupação? Há recomendações?

Dra. Stacey: É muito importante que as mulheres grávidas tomem a vacina, para se protegerem e protegerem seus bebês. No início ainda não havia dados suficientes para se dizer que a vacina era segura para grávidas. Hoje já sabemos que a vacina é benéfica para elas. As grandes organizações da saúde, como a ACOG (American College of Obstetrics and Gynecology), já apresentaram estudos afirmando e recomendando a vacina contra o COVID e contra Influenza para grávidas.


CIA BRASIL: Com a chegada da pandemia de 2020, o que você precisou colocar em hold dos seus planos profissionais?

Dra. Stacey: Apesar de todas essas incertezas que a pandemia do COVID-19 trouxe para o mundo inteiro, conseguimos realizar um sonho e iniciar o projeto de uma clínica própria. Estou adorando ter essa interação mais de perto com meus pacientes e a liberdade de poder oferecer o meu melhor a eles. A clínica se iniciou somente com alguns dias de atendimento, em um local temporário. Em alguns meses alcançamos a nossa capacidade máxima e estamos abrindo uma clínica maior em um novo endereço permanente. Estávamos atendendo somente alguns dias na semana e já estamos com a agenda sendo preenchida rapidamente. Estamos planejando nosso grand opening no novo endereço no início de dezembro deste ano.


CIA BRASIL: Fale um pouco sobre a Women’s Integrative OBGYN e o que significa esse nome.

Dra. Stacey: Escolhemos esse nome de “saúde integrada” da mulher porque acredito no cuidado da pessoa “por inteiro”, incorporando a área holística, usando suplementos homeopáticos em combinação à medicina tradicional. Por isso nosso modelo de saúde será ainda mais abrangente em nosso novo local, pois, além da ginecologia, obstetrícia, saúde preventiva e procedimentos cirúrgicos, teremos outros atendimentos como a de estética médica, como por exemplo as manchas de pele, tratamentos para antienvelhecimento, rugas, acne, drenagem linfática, acupuntura etc. Outra novidade que teremos na clínica é o serviço “prática gentil ginecológica”, no qual a paciente terá a opção de usar o gás nitro como relaxante para facilitar tratamentos como inserção de DIU, procedimentos de estética e quaisquer outros procedimentos médicos que causam desconforto para o paciente, para minimizar estes desconfortos.


CIA BRASIL: Dra. Stacey, conte-nos sobre a sua equipe na Women’s Integrative OBGYN.

Dra. Stacey: Nós estamos planejando prestar atendimento no novo local da clínica de segunda a sábado. Para isso estamos em processo de aumentar a nossa equipe e seu treinamento. Além de nossa gerente da clínica Marcia Schmitt e medical assistant Julia Oliveira, estamos trazendo mais quatro brasileiras para facilitar ainda mais o atendimento em português. Também teremos especialistas em tratamentos de estética que usarão de hormônios para os tratamentos de antienvelhecimento (natural aging), com as brasileiras Ivante Irmangorgenski e Karla Kaminski Mačiulis. Nossas mais recentes adições à equipe são na área de saúde preventiva, com minha irmã mais nova, Debora Pereira, que se formou em Physician’s Assistant, e com Maressa Kaminski Czeczko, nurse practitioner.


CIA BRASIL: Fale um pouco dos eventos que você participou sobre a conscientização contra o câncer.

Dra. Stacey: Este ano foi super movimentado com os eventos em suporte ao outubro rosa. Fui convidada a participar de um encontro para mulheres da igreja Batista de Atlanta, como palestrante. Participamos de outros dois eventos: um do Rotary Club Atlanta Brasil, que fez sua caminhada Outubro Rosa, em 9 deste mês; e outro em conjunto com a Revista Cia Brasil Magazine, a corretora Wanessa Moore e o Grupo de Apoio à Mulher, no dia 16. Esses eventos são muito importantes para dar suporte à essas mulheres com câncer e ao mesmo tempo trazer conscientização para outras mulheres ficarem atentas à sinais que podem ser causados pela doença. Para quem não participou desses eventos, você pode ver a gravação das minhas palestras nos meus canais de social media: Dr. Stacey Pereira no Facebook e @Dra.Pereira no Instagram.


CIA BRASIL: Para finalizar, pode deixar uma mensagem para todas as mulheres de nossa comunidade?

Dra. Stacey: Gostaria de convidar todas as mulheres a virem conhecer a nossa clínica e conhecer mais sobre o nosso trabalho. Fazemos tudo com muito carinho e estamos cheios de novidades para vocês. Agradeço de coração por todo o carinho e amor que tenho recebido de minhas pacientes e suas famílias. É uma honra enorme poder ter esse privilégio de fazer parte da história de vocês, desde o cuidado médico feminino, o parto de um filho, até momentos doloridos de acompanhamento no tratamento de doenças mais graves. Agora poderei também oferecer um serviço para deixá-las mais radiantes e joviais.



Agradeço a todos que me apoiaram, minha família, nossos funcionários e todos aqueles que de forma direta ou indireta colaboraram para o nosso sucesso.

E por último deixo a dica no mês do Outubro Rosa para que todas vocês se cuidem e fiquem atentas à sua saúde. Visite o seu médico regularmente e faça o seu autoexame de mama.


Sobre o Women's Itegrative OBGYN


Fundada por Stacey Pereira, M.D., a Women’s Integrative OB / GYN dedica-se a fornecer serviços abrangentes às mulheres, não apenas o padrão mínimo de cuidados. Oferecemos uma abordagem holística à sua saúde, tratando “você por inteiro” - não apenas os seus sintomas.

Quando você visita a Women’s Integrative OB / GYN, recebe atendimento personalizado em um ambiente confortável e bonito. Oferecemos atendimento obstétrico e ginecológico de qualidade que vai além das expectativas dos pacientes, com foco na prevenção de doenças e na otimização da sua saúde. Equipamentos de última geração, como vídeo-colposcopia e ultrassom 4D / ao vivo, estão disponíveis para fornecer a você o melhor na saúde da mulher hoje. Também praticamos “ginecologia suave” com uso opcional de nitro com ou sem anestesia local, conforme necessário, para tornar os exames, procedimentos e tratamentos confortáveis e menos ansiosos. Nós nos esforçamos para fornecer o tipo de cuidado e experiência que desejaríamos para nós mesmos.

Esforçamo-nos por conhecê-la bem, para que possamos trabalhar juntos para que se sinta e tenha a melhor aparência. Veja nossa lista de serviços estéticos de grau médico, incluindo tratamentos faciais e corporais: harmonização facial, tratamento de veias de aranha, depilação e muito mais.

Na obstetrícia, entendemos que ter um filho é uma das experiências mais especiais na vida de uma mulher. É por isso que oferecemos o serviço obstétrico da mais alta qualidade em um ambiente acolhedor, para que você possa ter a melhor gravidez possível.

Na área de ginecologia, entendemos que cada fase da vida de uma mulher é diferente, afetada por mudanças físicas, emocionais e hormonais. Para atender a essas necessidades, a Women’s Integrative OB / GYN oferece serviços abrangentes de prevenção, diagnóstico e ginecologia avançada.

Para a estética, acreditamos que estar no seu melhor pode não ser tão importante quanto se sentir bem, mas está em segundo lugar. Frequentemente, quando você está no seu melhor, você se sente melhor.

Também conhecidas como exames ginecológicos, exames pélvicos, exames anuais ou exames para mulheres saudáveis, as visitas de bem-estar devem começar nos primeiros anos da adolescência como um exame físico regular. Durante essas consultas, você pode conversar com seu médico sobre sua saúde geral e seu ciclo menstrual, especialmente se suas menstruações tendem a ser abundantes, dolorosas ou irregulares. Se você tem 18 anos ou menos, também pode tomar algumas injeções, como a vacina contra o HPV.



Da Redação
Fotos por Cia Brasil Magazine

Last Updated on Tuesday, 19 October 2021 19:27
 
« StartPrev12345678910NextEnd »

Page 1 of 17

Translate

Portuguese English Spanish