Home Pensamentos
Pensamentos | Autos humanos
Wednesday, 17 October 2018 00:00


Pare, siga, retorno, contramão,
Longo trecho em declive...



Luzes amarelas que se vem,
Luzes vermelhas que se vão,
A busca do que não se tem,
A vida no trânsito da ilusão,

A cada dia conquisto migalhas,
Atendo o perfil da sociedade,
Sentimentos moídos as tralhas,
Quilometragens em futilidades,

Almejo coisas que não quero,
Sigo a linha de produção banal,
Pois nem eu mesmo me tolero,
Consumo o padrão convencional,

Meu coração é um estepe vazio,
Me abasteço no posto de gasolina,
Minhas lágrimas parecem os rios,
Pela ausência da autoestima,

Humanos tornam-se veículos,
Os bens, a preferência e o valor,
Transitam na contramão do ridículo,
O carro forte lidera glamour,

A placa diz: "PARADA OBRIGATÓRIA"
A frente um túnel ao fundo uma "LUZ"
Conclusões em minha trajetória,
Não é a matéria que me conduz!



Sobre o Poeta Mário Borges


Nasceu em 24 de dezembro de 1967 em Belo Horizonte (MG), Brasil. Seu pai e tios são poetas, e sua mãe é uma das primeiras locutoras de rádio no Brasil. Apresentações: Paz & Poesia, sarau na Assembleia Legislativa, universidades e centro culturais em Belo Horizonte (MG). Suas publicações: jornal BrazilNow, em Bridgeport, EUA; jornal Brazilian Times, em New York, EUA. Participação no programa de tv George Roberts Talks, Veja TV, EUA; Revista Ponto de Encontro, São Paulo (SP), Brasil; Caderno Literário Pragmatha, Porto Alegre (RS), Brasil; Revista Mundo da Fama, São Paulo (SP), Brasil; Curso de Oficina de Cinema, curta metragem. Página Facebook: Mário Borges Borges.

Last Updated on Wednesday, 17 October 2018 17:43
 
« StartPrev12345678910NextEnd »

Page 5 of 23

Translate

Portuguese English Spanish