Home Saúde
Saúde e Bem Estar | Como lidar com a ansiedade da volta às aulas?
Monday, 16 September 2019 00:00


Retornar à rotina depois das férias escolares para as crianças e os adolescentes é complicado até para os pais. É comum que as crianças comecem a demonstrar um comportamento de ansiedade semanas antes do início das aulas, o que pode causar estresse a elas próprias e à família.

Acontece que a criança passará o ano todo convivendo com outras pessoas que não conhecem até então, e ela precisa “sentir” a presença dos adultos (pais, avós, tios, responsáveis) na sua vida escolar, o que faz muita diferença inclusive em seu rendimento. Vamos discutir como lidar com essa ansiedade?

Muitas vezes a criança está curiosa para conhecer os novos amigos e professores, ou rever os amiguinhos antigos, e pronta para a nova etapa de aprendizagem. Mas se seu filho mudar de escola, a ansiedade poderá aumentar. Claro que a expectativa sempre é uma forma de aprendizado de como lidar com um novo mundo. Mas nem sempre as crianças conseguem lidar com as emoções do momento. A ideia de que terá que se adaptar com uma nova turma ou com uma nova escola nem sempre é uma tarefa fácil para as elas.

Os pais e responsáveis precisam, impreterivelmente, observar bem de perto todas as reações, emoções e opiniões dos pequenos, e também dos maiores, em relação ao assunto


ALGUMAS DICAS QUE PODEM AJUDAR NOS MOMENTOS QUE ANTECEDEM À VOLTA AS AULAS

1. Crianças necessitam de organização. Oriente e supervisione o uso da agenda escolar para anotar o que necessita ser feito. Você pode criar e ensinar uma estratégia de utilizar checklist para seu filho aprender a gerenciar o tempo.

2. Faça um cartaz no quarto do seu filho com horários e materiais necessários a ser utilizados na semana de retorno às aulas. Assim, ele criará um hábito de conferir o que é necessário para o dia a dia.

3. É fundamental que você leve seu filho na hora da compra dos materiais escolares, assim ele poderá escolher e experimentar os modelos, demonstrando suas preferências. Mas lembre-se que você é responsável por todos os gastos; observe o seu lado financeiro para não se estressar.

4. Sem dúvida, uma organização da rotina escolar da criança vai depender muito mais da organização familiar do que do próprio estudante. Disciplina de horário para dormir e acordar habitua o organismo, facilitando as atividades diárias que dependem, em grande parte, da criança estar disposta.

5. Toda criança necessita ter rotina de dormir, acordar, horário para fazer as tarefas, brincar etc. Isso traz uma tranquilidade para que ela tenha em sua memória uma rotina saudável, preparando a sua própria mente a se adaptar e se equilibrar.

6. Participe com seus filhos em todo o processo. Compre os materiais escolares e os uniformes, veja as disciplinas e os horários, e faça com que as crianças participem desses momentos para se acostumarem com o início do ano letivo.

7. Para diminuir a ansiedade, principalmente ser for a primeira vez em uma nova instituição escolar, leve seu filho para conhecer o local e explique o motivo dele estar indo e o que vai fazer. Faça isso antes o início das aulas, pois ajudará a diminuir o impacto no primeiro dia.

8. Dialogue com seu filho todos os dias, principalmente no primeiro: perguntar como foi, sobre os amiguinhos, o que mais marcou o seu dia, sobre as aprendizagens... É bom sempre ter um diálogo aberto sem julgar.

9. Sempre preste atenção na linguagem corporal da criança, se ela está depressiva, tristonha, sem vontade de comer etc. Dialogue com ela, não ignore se ela está querendo se isolar. Muitas vezes pode ocorrer um bullying na escola e ela não falar. Os pais são os responsáveis em reconhecer como seu filho está reagindo. Se isto estiver acontecendo, é importante marcar um horário com o diretor e conversar sobre esse assunto abertamente.

10. Marque um encontro com um amiguinho da escola, para que a criança comece a interagir. Convide o amigo para estudar em casa, por exemplo. Assim, seu filho se sente valorizado e seguro com o crescimento de sua vida social. Isto faz parte da identidade da criança.



“Esteja presente, de corpo e alma, nesse período tão importante na vida do desenvolvimento de uma criança! Não hesite em pedir ajuda se seu filho continuar ansioso, mais que o normal.”


Se você, ou alguém que você conhecê apresenta sinais de depressão, ansiedade, ou pensamentos de suicídio, busque ajuda profissional. Setembro é o mês mundial de combate ao suicídio. Todos unidos a favor da valorização da vida, conscientização e ações



Dr. Wesley Bandeira
Fundador e criador da terapia CTERT
Core Transformation Emotional Relieve Therapy
Terapeuta na Art Of Healing Atlanta-Clinic

Last Updated on Monday, 16 September 2019 18:38
 
« StartPrev12345678NextEnd »

Page 1 of 8

Translate

Portuguese English Spanish