Home Fique por dentro
Fique por dentro | 5 dicas para a manutenção do seu carro no inverno


Aqui na Geórgia, o uso de nossos veículos não é uma regalia, e sim uma necessidade. Por isso, precisamos ter uma atenção especial com a manutenção do nosso carro. Você sabia que seu veículo necessita de cuidados redobrados em dias frios? Apesar de muitos motoristas não se preocuparem com isso, cuidar do carro no inverno é fundamental para que não ocorram problemas com alguns componentes e sistemas.

Mesmo o inverno da Georgia não sendo tão rigoroso quanto em outras regiões norte dos Estados Unidos, com a temperatura mais baixa, o carro não rende como deveria. Algumas peças precisam de uma atenção maior quanto à manutenção, visto que nesta estação do ano existem mais situações de risco, as quais o automóvel fica exposto, como chuvas, neblina, granizo, pistas congeladas, e, às vezes, até neve. É então que aparecem os problemas já conhecidos pelos mecânicos: pneus; bateria; ar-condicionado; limpadores de para-brisa; componentes de partida do motor, que podem fazer barulhos estranhos; e pintura, que também merece atenção redobrada.

Para facilitar a sua vida, relacionamos cinco itens que necessitam de mais atenção em temperaturas mais frias.


1. BATERIA:


Sem dúvida, um dos elementos que mais sofre com o inverno, perdendo parte da sua eficácia, pois o frio exige mais dela. Baixas temperaturas reduzem a velocidade de reação dos componentes químicos da bateria, como, por exemplo, sua potência em relação a dias mais quentes. O número de funcionalidades utilizadas com o frio pode aumentar: aquecimento, limpa para-brisas, luzes de nevoeiro, bancos aquecidos ou sistemas de infoentretenimento mais elaborados, tudo isso, aumenta o esforço da bateria. Por vezes, a bateria pode simplesmente 'morrer' sem qualquer aviso. Fique atento à sua carga de bateria. Se o motor rodar com lentidão no momento em que gira a chave de partida, é um indício de baixa carga na bateria (ou seja, fique de olhos e ouvidos atentos em relação ao motor). É recomendado procurar saber se ainda há possibilidade de uma recarga, ou se será necessária a troca total do equipamento.


2. MOTOR:


As baixas temperaturas acabam influenciando na performance do motor do carro. Tanto ele, quanto todo o sistema elétrico precisam de mais energia para funcionar. Por isso que muitas vezes o carro não pega de primeira ou acaba engasgando. O frio também deixa o óleo lubrificante do motor mais viscoso e dilata com mais dificuldade, o que exige um pouco mais da bateria para dar a partida no carro. Todo esse esforço pode fazer com que sua carga se esgote mais rapidamente, e é aí que o problema surge. Nesses casos, a manutenção preventiva é a melhor saída. Vá a um mecânico de confiança e faça uma vistoria em todos os componentes, principalmente no alternador, para verificar se ele está recarregando a bateria corretamente. Nos dias mais frios, nunca dê a partida com o rádio ou os faróis ligados.


3. PNEUS:


Todos os pneus, inclusive o estepe, devem ser verificados uma vez por semana, tanto no frio quanto no calor. Por conta do tempo frio, os pneus são afetados em sua pressão e podem rodar parcialmente murchos. Isso aumenta o consumo de combustível e os seus gastos. Sempre que for abastecer, verifique se a calibragem está de acordo com o número fornecido pelo fabricante. Além disso, como as ruas e estradas ficam mais úmidas por conta do mau tempo, e congeladas, se o pneu estiver careca, há o aumento do risco de derrapagem. Evite ao máximo conduzir caso estejam "carecas”. Os sulcos existentes nos pneus não podem ter profundidade inferior a 1,6 milímetros. Isso é indicador de desgaste. Os sulcos estão localizados em seu costado, entre os sulcos e em alto-relevo. Quando eles se tornam visíveis, chegou a hora de substituir o pneu.


4. LIMPADORES DE PARA-BRISAS:


Um dos elementos mais descuidados pelos automobilistas está bem à sua frente. As escovas do para-brisas são essenciais para a correta visibilidade da estrada e do ambiente à sua volta, mas, muitas vezes, são esquecidas quando chega o inverno. Assim que as escovas começarem a deixar o para-brisas mais embaçado do que limpo, é altura de proceder à sua mudanças, mesmo que o mais indicado seja fazê-lo imediatamente antes do inverno. A recomendação contida na maioria dos manuais de carros é que se faça a troca da palheta a cada três meses. Outra dica é sempre manter limpo e carregado o reservatório de água do limpador de para-brisa, principalmente com o carro no frio. Com o tempo frio e a neblina, o uso desse equipamento tende a aumentar. Pode-se até misturar algum tipo de detergente na água, para melhorar a eficiência da limpeza do vidro.


5. VERIFIQUE O ESTADO DOS FARÓIS E DOS FREIOS.


Eles são muito importantes para sua segurança em caso de chuva ou neblina na estrada. Tenha cuidado: As chuvas de inverno, granizo e geadas deixam as rodovias muito escorregadias. Fica muito mais difícil dirigir, percorrer curvas e até mesmo frear. Um conselho simples e efetivo é diminuir a velocidade. Também vale ligar os faróis, eles te ajudarão a ter uma melhor visibilidade da estrada, e mantenha distância dos carros da frente. Caso você precise pisar no freio, essa medida te garante mais segurança.



Dicas da Express Auto Repair

 
« StartPrev12345NextEnd »

Page 2 of 5

Translate

Portuguese English Spanish