Home Editorial
Editorial | #VemPraUrna!
Thursday, 13 September 2018 00:00

Setembro é o mês de dar as boas-vindas ao outono aqui no Hemisfério Norte. Enquanto no Brasil todos se preparam para a chegada da primavera, aqui celebramos a brisa suave e as cores avermelhadas que a cidade fica durante a “estação alaranjada”.

Não importa em lugar do planeta estejam os brasileiros, todos nós temos acompanhado, direta ou indiretamente, a situação econômica e política em que Brasil se encontra. Incrivelmente, o cenário muda do dia para a noite. Mesmo para nós brasileiros que residimos no exterior, estamos sempre torcendo para que nosso país natal cresça e seja próspero. Afinal, lá ainda estão familiares, amigos, vizinhos e pessoas que amamos. Por esse motivo, devemos participar das eleições brasileiras e exercer o nosso dever cívico.

O primeiro passo para participar das eleições brasileiras é nos informar, saber quem são os candidatos, suas propostas de governo, e outras informações que ajudarão a cada um de nós a fazer uma boa escolha. Os brasileiros com seções eleitorais no exterior só podem votar para presidente.

Outro assunto muito importante é saber como funciona o seu voto. Apesar do voto no Brasil ser obrigatório, o eleitor, de acordo com a legislação vigente, é livre para escolher o seu candidato ou não escolher candidato algum (ou seja, o cidadão é obrigado a comparecer ao local de votação, ou a justificar sua ausência, mas pode optar por votar em branco ou anular o seu voto). Atualmente há muita informação errada circulando na internet e nos grupos de WhatsApp com relação aos votos brancos, nulos e abstenções. A contagem dos votos de uma eleição está prevista na Constituição Federal brasileira de 1988 que diz: “é eleito o candidato que obtiver a maioria dos votos válidos, excluídos os brancos e os nulos”. Sendo assim, os votos em branco e os nulos simplesmente não são contados. Por isso, apesar do mito, mesmo quando mais da metade dos votos forem nulos, não é possível cancelar uma eleição.

Como é possível notar, os votos nulos e brancos acabam constituindo apenas um direito de manifestação de descontentamento do eleitor, não tendo qualquer outra serventia para o pleito eleitoral, do ponto de vista das eleições majoritárias (eleições para presidente, governador e senador), em que o eleito é o candidato que obtiver o maior número dos votos apurados.

Não deixe ir aos consulados brasileiros no dia 7 de outubro para votar nas eleições presidenciais. Confira antes do dia das eleições se você transferiu a sua zona eleitoral para votar fora do Brasil, e se sua seção está registrada no Consulado-Geral do Brasil em Atlanta. Só votarão aqueles que fizeram essa transição antes do dia 28 de maio de 2018.

Convidamos toda a comunidade brasileira de Atlanta a votarem nas eleições presidenciais de 2018 e motivarem seus familiares e amigos no Brasil a não deixarem de votar nessas eleições. Vamos fazer da nossa pátria o país que você quer para o seu futuro e o de sua família!

Em nossa matéria de capa, você encontrará também informações sobre os candidatos à presidência e entender melhor como é o processo para se votar no exterior.

Tenha uma boa leitura!

Last Updated on Thursday, 13 September 2018 16:54
 
« StartPrev12345678910NextEnd »

Page 3 of 21

Translate

Portuguese English Spanish