Home Reflexão
Reflexão | O Natal
Thursday, 15 December 2016 00:00


Está chegando o momento que, para muitos, como diz a canção “... It’s the most wonderful time of the year...”, é o momento mais esperado, mais charmoso e festivo do ano.

Guardados todos os conceitos e opiniões a respeito da Festa de Natal e sua origem, para o Cristianismo ela representa uma data convencionada e não exata para se celebrar o nascimento do nosso Senhor Jesus Cristo, que foi concebido por Maria, sobrenaturalmente, por obra do Espírito Santo, em Belém da Judeia, e posteriormente criado em Nazaré na Galileia. A tradição de se reunir em casas, em famílias, com as pessoas a quem amamos, veio da visita que Jesus e seus pais receberam dos reis magos vindos do oriente, os quais, ao verem-no, perceberam que se tratava de alguém muito especial, pois foram avisados por um acampamento de anjos e guiados por um sinal no céu. Logo que viram o bebê, o adoraram, abriram seus tesouros e começaram a entregá-los. Daí a tradição de trocarmos os presentes no Natal. Fica aí um desafio muito especial para nós todos, pois, se seguimos a tradição, vamos segui-la à risca e até o fim.

Uma primeira reflexão. Nos reunimos? Simmmmmm!!!! Trocamos presentes, lindos, caros, maravilhosos de todos os tamanhos, com as mais criativas embalagens e cartões com dizeres emocionados e emotivos? Simmmmmmmm!!!! E... adoramos a Jesus? Bem, uai, sabe que você tem razão... esqueci... Precisa? Quanto tempo? Como faz? Canta uma música, faz uma oração, reza um Pai Nosso? No meio de todos? No meio da festa? éhhh, uai...

E se mudarmos nossa forma de ver o Natal? A essência é o nascimento de Jesus. Esta foi a causa, a origem e, portanto, o motivo. O charme é nos reunirmos para celebrarmos juntos e expressar nosso carinho mútuo por meio da troca de presentes.

Agora uma segunda reflexão. Foi dito a respeito do nascimento de Jesus: “Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; o governo está sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.” O nascimento que estamos celebrando trouxe um legado, que pode e deveria estar diretamente influenciando a mim e a você: Ele tem vocação para governar, pois isso está sobre os seus ombros e pode muito bem governar a nossa vida, a nossa casa. A vocação de governo que está sobre Ele tem uma forma, uma maneira de se expressar, pois Ele sabe ser um fiel conselheiro, é forte em todas as situações, é sustentador da vida e com Ele está a paz que guarda nosso caminho e coração. Por esses atributos, Ele pode governar vidas com segurança e sem riscos.

Fica então o convite a todos nós neste Natal: nos reunirmos, trocarmos bastante e carinhosos presentes e adorarmos Àquele que nasceu um dia em Belém da Judeia e, ainda hoje, todos os dias pode e quer nascer em nosso coração. Assim como uma simples e frágil manjedoura o acolheu em Belém da Judeia, Ele está disposto a ser acolhido em corações sofridos, doloridos, que estejam sofrendo, angustiados, amargurados, cheios de espinhos, traídos, enganados, decepcionados, mas que estão dispostos a lhe dar a posição que lhe é digna e devida: o Governo, o Trono!!! Pois, afinal, desde o início foi adorado por reis, lembra?

Que Jesus esteja nascendo todos os dias em nosso coração! Um feliz e verdadeiro Natal para você e para toda a tua casa!



Bispo Ricardo Agostino
Igreja Fonte da Vida em Atlanta

Last Updated on Tuesday, 09 May 2017 20:34
 
« StartPrev123456NextEnd »

Page 1 of 6

Translate

Portuguese English Spanish