Home Comportamento
Comportamento | Ansiedade o mau do século XXI
Monday, 20 January 2014 00:00


O termo “ansiedade” possui várias definições nos dicionários não técnicos, dentre as quais: aflição, angústia, perturbação do espírito causada pela incerteza. O aumento de seus sintomas tem sido detectado a cada dia, o que já se pode considerar como o mal deste século.

Todos nós já passamos por situações em que nos sentimos ansiosos, o que é muito normal, pois uma certa dose dela serve para nos proteger dos perigos reais. Porém, se considerarmos o aspecto técnico, devemos entender a ansiedade como um fenômeno que ora nos beneficia e ora nos prejudica, dependendo das circunstâncias ou da intensidade, e que pode se tornar patológico, ou seja, prejudicial ao nosso funcionamento psíquico (mental) e somático (corporal). Podemos considerá-la como patológico quando nos preocupamos excessivamente com coisas que são improváveis de acontecer, ou se nos sentimos tensos e ansiosos durante todo o dia, sem razão aparente.

Dentre os sintomas mais comuns de ansiedade estão:

  • Aumento de alergias;
  • Dores nas costas, rigidez, inflamações, espasmos, imobilidade;
  • Palidez, falta de cor, enrubescimento - pode parecer doente (ou ter a cara), pescoço e braços avermelhados, sentir calor e tremores;
  • Tremores - junto com tonturas, arrepios.
  • Mudança de temperatura de corpo – descida ou subida abruptas;
  • Dores no peito - dor, pressão, pontadas, dormência. Podem ser esporádicos ou persistentes e são usualmente confundidos com sinais de ataque de coração.
  • Fadiga crônica - poderá sentir-se extremamente exausto, sem energia. Sente que poderia dormir o dia inteiro e mesmo assim acordar cansado;
  • Necessidade de açúcar, doces ou chocolate;
  • Dificuldade em falar e andar;
  • Excesso de energia - ter a sensação que deve estar sempre fazendo alguma coisa. Chegando às vezes a atrapalhar o sono, pois a cabeça parece estar a mil quilômetros por hora.
  • Dificuldade em respirar;
  • Tonturas;
  • Vazio emocional;
  • Pensamentos, melodias e conceitos persistentes - experimentar a sensação de que determinados pensamentos, melodias e/ou conceitos não lhe saem da cabeça. Não importa o que faz, não consegue deixar de pensar neles.
  • Engasgue - sentir frequentemente que têm algo preso na garganta, que está engasgado e que não consegue engolir.
  • Náuseas;
  • Falta de apetite ou apetite em excesso;
  • Palpitações - sentir que o seu coração está acelerado ou demasiado lento, provocando dores no peito e tosse. Este sintoma pode ser acompanhado de falta de ar.
  • Contração muscular - um certo músculo (ou conjunto de músculos) poderá contrair-se involuntariamente.
  • Dormência e formigamento, perda de sensibilidade;
  • Necessidade frequente de urinar - sentir necessidade frequente e persistente de urinar, mesmo que tenha acabado de o fazer.
  • Ilusões óticas - experimentar ilusões de óptica, movimentos ou estrelas ao canto do olho que não existem.

Já os distúrbios de ansiedade incluem:

  • Distúrbio Obsessivo Compulsivo (DOC);
  • Transtorno por Estresse Pós-Traumático (TEPT);
  • Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG);
  • Pânico Fobia Social.

Todos nós nos preocupamos de vez em quando, mas quando temos transtorno de ansiedade generalizada, os medos e preocupações são tão constantes que interferem em nossas atividades do dia a dia.

A boa notícia é que os distúrbios de ansiedade podem ser controlados e em alguns caso é possível se alcançar a cura. No próximo mês vamos descrever um pouco mais sobre cada um deles e quais os métodos de tratamentos disponíveis.



Tatiane Rigamont
Re-Criar Coach
Bs in Psychology pela UNIVALE-Brasil
Certificação de Cristian Life Coach pela Light University-USA
Consultante da Career Direct®
Se deseja re-criar sua história entre em contato: This e-mail address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it

Last Updated on Thursday, 04 May 2017 14:42
 


Translate

Portuguese English Spanish