Home Cultura
Cultura | Do Brasil para o mundo Filmes brasileiros são destaques em Atlanta
Thursday, 16 November 2017 00:00

A indústria cinematográfica de Hollywood não está sozinha no cenário de grandes produções. Apesar da atual crise política e recessão econômica, o Brasil comporta, atualmente, uma das cinematografias mais promissoras do mundo, com uma expansão de mercado de mais de 10%. Produções nacionais vêm batendo recordes de bilheteria e exibição: em 2016, 23 tiveram mais de cem mil espectadores, treze mais de quinhentos mil e sete venderam mais de um milhão de bilhetes, segundo relatório divulgado pela Ancine (Agencia Nacional do Cinema).

A presença audiovisual brasileira no exterior tem tido uma excelente receptividade. Hoje existem inúmeras coproduções internacionais, que o país passou a estimular com acordos bilaterais e linhas específicas do programa “Brasil de todas as telas”, da Ancine. Muitos produtores buscam também por conta própria, ancorados em fundos internacionais.

A Ancine apoia participações de obras brasileiras em todo o mundo com o Programa de Apoio à Participação de Filmes Brasileiros em Festivais Internacionais e de Projetos de Obras Audiovisuais Brasileiras em Laboratórios e Workshops Internacionais.


Third Annual Latin American Film Festival


Em Atlanta, todos os anos é realizado o Latin American Film Festival. Este ano, a Kennesaw State University, em colaboração com os consulados da Argentina, Brasil, Colômbia, Equador, México e Peru, foi o anfitrião da terceira edição do evento.

Esse programa é projetado para destacar filmes inovadores da América Latina e para construir consciência na comunidade do campus da KSU e também na comunidade local de Atlanta. A arte desses filmes traz à luz tópicos sociais e culturais importantes que abrangem.

As exibições são free e abertas ao público. Neste ano cada exibição foi acompanhada por uma breve introdução do cônsul-geral do país de cada filme exibido. O Brasil participou do Festival no dia 9 de novembro com o filme de Walter Salles e Daniela Thomas intitulado “Linha de passe” (2008), produzido por Maurício Andrade Ramos, Walter Salles, Daniela Thomas e Rebecca Yeldham, com roteiro de George Moura, Daniela Thomas e Bráulio Mantovani. Teve duração de 108 minutos e, na noite da exibição, o filme foi introduzido pelo Cônsul-Geral do Brasil em Atlanta.

O filme “Linha de passe” ocorre em São Paulo e conta a história de quatro irmãos que tentam se reinventar: Reginaldo (Kaique de Jesus Santos) – o mais novo e único negro na família – procura seu pai obsessivamente; Dario (Vinícius de Oliveira) sonha com uma carreira de jogador de futebol, mas, aos dezoito anos, se vê cada vez mais distante dela; Dinho (José Geraldo Rodrigues) se refugia na religião; e o mais velho, Dênis (João Baldasserini), pai involuntário de um menino, que tem dificuldade em se manter. Além deles, sua mãe, Cleuza (Sandra Corveloni), empregada doméstica que criou sozinha os quatro filhos, está grávida novamente de mais um pai desconhecido. O futebol e as transformações religiosas pelas quais passa o Brasil, o exército de reserva de trabalhadores que alimenta a cidade, a questão da identidade e da ausência do pai estão no coração da história de “Linha de Passe”.

Além do Brasil, os outros países que participaram com filmes no evento foram: Argentina - “El ciudadano Ilustre/The Distinguished Citizen” (2016); Colômbia - “La tierra y la sombra/Land and Shade” (2015); México - “Mexican Shorts” (2014); Peru - “Cuchillos en el Cielo” (2013); e Equador - “El facilitador/The Facilitator”(2013).


Programa de português do Spelman College


Além da participação no Latin American Film Festival de Atlanta, outro filme brasileiro foi exibido no dia 16 de novembro no Spelman College, Cosby LL32. O evento foi realizado pelo departamento do programa de português do Spelman College. O programa realiza periodicamente vários eventos para incentivar seus estudantes a praticarem a língua portuguesa e conta com o apoio do Consulado Brasileiro em Atlanta, além de outros colaboradores de nossa comunidade, empresas e a Cia Brasil Magazine.

O filme da noite foi “Faroeste Caboclo” (2013), dirigido e produzido por René Sampaio, estrelando os atores Fabrício Boliveira, Isis Valverde e César Trancoso. O filme foi feito baseado na música “Faroeste Caboclo” lançada em 1987 da banda Legião Urbana, e conta a saga de João do Santo Cristo (Fabrício Boliveira), que deixa sua cidade natal e se muda para a Brasília em busca de uma vida melhor. Lá, ele encontra a miséria e o crime, mas também descobre o amor nos braços de Maria Lúcia (Isis Valverde).

A superprodução recebeu inúmeras premiações, dentre as quais sete premiações em 2014 no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, incluindo o de melhor filme e melhor ator, com Fabrício Boliveira.



Da Redação

Last Updated on Thursday, 16 November 2017 16:58
 
« StartPrev1234NextEnd »

Page 1 of 4

Translate

Portuguese English Spanish