Home Espaço do Estudante
Espaço do Estudante | Dream Act entrará em vigor na Califórnia
Wednesday, 18 January 2012 00:00

 

Equipe CIA Brasil

 

A lei do Dream Act (AB 130) foi aprovada em 2 de setembro do ano passado e assinada pelo governador democrata da Califórnia, Jerry Brown, sucessor de Arnold Schwarzenegger, que havia vetado o Dream Act. “Ir à universidade é um sonho que promove a motivação intelectual e o pensamento criativo. O Dream Act irá beneficiar a todos, proporcionando aos melhores estudantes uma oportunidade para melhorar sua vida e a de todos”, disse Brown.

De acordo com a Lei do Dream Act (Lei dos Sonhos), os imigrantes ilegais que frequentaram a escola secundária por mais de 3 anos e se graduaram no Estado da Califórnia podem receber a ajuda chamada “Cal-Grant”, que no ano passado repartiu bolsas para mais de 370 mil estudantes pobres, proporcionando uma média de US$4.500 por assistência.

 

"Ir à universidade é um sonho que promove a motivação intelectual e o pensamento criativo. O Dream Act irá beneficiar a todos, proporcionando aos melhores estudantes uma oportunidade para melhorar sua vida e a de todos." (Jerry Brown)

 

De acordo com a mídia local, a primeira parte do Dream Act - Assembly Bill 130 -, que dá acesso a bolsas de estudo privadas e suporte financeiro a imigrantes sem documentos, já está sendo lançada por universidades como a UC Berkeley.

A segunda parte do Dream Act - AB 131 -, que dará acesso a fundos do governo para fornecer ajuda financeira a estudantes sem documentos, entrará em vigor em 1º de janeiro de 2013.

Dados do governo da Califórnia estimam que cerca de 2.500 estudantes estarão qualificados para receber a bolsa com a entrada em vigor da nova legislação, AB 131, e que terá um custo de US$14,5 milhões, conforme comunicou o gabinete do governador Brown.

A totalidade do programa “Cal Grant” está subsidiada com US$1,4 bilhão, o que quer dizer que apenas 1% de todo o dinheiro do programa será gasto na AB 131.

A lei federal “Dream” poderá proporcionar uma permissão de residência de seis anos aos graduados na escola secundária que tenham chegado aos Estados Unidos de maneira ilegal, além de permitir que eles paguem taxas universitárias muito mais baratas ou obtenham bolsas com o objetivo de financiar seus estudos.

Essa lei poderia beneficiar 55 mil filhos de imigrantes que foram levados de forma ilegal aos Estados Unidos e se formaram no sistema público de educação, mas não têm condições de arcar com as elevadas taxas universitárias.

Last Updated on Thursday, 19 January 2012 12:49
 


Translate

Portuguese English Spanish