Home Cia Humor
Cia Humor | Finalmente 2017 chegou!
Tuesday, 17 January 2017 00:00


Finalmente 2017 chegou, mesmo contrariando a quem dizia que 2016 seria interminável. Mas, pessimismo à parte, não podemos negar que o ano que se passou foi um tanto conturbado, cheio de coisas ruins. Realmente dava a sensação que estávamos sendo conduzidos para 2017 pelo próprio mestre dos magos do desenho “A caverna do dragão”. Agora sim! Ano novo, vida nova; e tenho um pressentimento que este ano de 2017 promete.

Este ano começou com tudo e, obviamente, eu não ia ficar de fora dessa onda de otimismo e logo aproveitei para refazer minhas metas para 2017, aproveitando, claro, as metas de 2000 a 2010 que haviam prescrevido por falta de empenho. E também reatualizando as metas de 2011 até a data presente, as quais, claro, eu não cumpri. Na verdade, de todas as minhas metas, a única coisa que eu consegui foi ganhar peso. Mas isso jamais me desanimaria. Então, me motivei para um projeto fitness e essa será minha meta: perder peso e levar uma vida saudável. Com muito suor, garra e força de vontade, essa meta de 2018 será alcançada. Gostaria muito de iniciar essa nova vida agora em 2017, mas, infelizmente, está muito em cima da hora e eu não gosto de me sentir pressionado. Vou aproveitar este restinho de ano que ainda temos para curtir de 2017 e sair um pouco da minha dieta.

Estar acima do peso nunca foi um problema na minha vida (tirando a parte de calçar a meia e de amarrar os cadarços). Tampouco me importo com comentários ou receitas para emagrecer ou dietas ou incentivo para iniciar uma atividade física. Tudo normal, dentro da rotina que um gordo passa quase diariamente.

E quando eu digo que não me importo, é serio mesmo. Eu até gosto de alguns comentários, por exemplo, quando encontrei um colega que há tempos não nos víamos e ele soltou a clássica frase: “Nossa, amigo, você deu uma engordada né?” Eu não pensei duas vezes e agradeci por essa importante informação. Eu até já estava preocupado com esse corpo “inchado”. Por um momento achei que era por conta da minha alergia a camarão. Mas agora que meu amigo me informou que eu estou gordo, fique mais tranquilo.

Como eu comentei, eu tenho alergia a camarão e a qualquer tipo de frutos do mar, e isso causa certa estranheza quando eu comento com alguém sobre minha alergia. Parece que quando você é gordo, você automaticamente fica inume a qualquer alimento, por mais venenoso, tóxico ou alérgico que seja. Seu aparelho digestivo resolve.

Quando finalmente consigo convencer que eu sou alérgico, a pessoa me olha com uma cara de piedade e diz: “Deve ser horrível sentir vontade de comer e não poder”. Fica parecendo que um gordo é um carro desgovernado ladeira abaixo sem freio, como se um gordo não conseguisse se controlar diante da comida.

Na verdade, a gente não se controla mesmo. Mas, pra mim, não é problema, porque eu não gosto de camarão (na verdade eu odeio até o cheiro) e a pessoa acha que, por eu ser gordo, eu tenho que gostar de tudo que é comida. Eu tenho que ficar tentando explicar, quase tendo que provar para a pessoa que eu não gosto de camarão e que eu sou alérgico, e que não adianta ela insistir para eu experimentar o camarão que ela sabe fazer, que é uma receita que está na família a gerações e blá blá blá blá, por dois motivos: primeiro porque eu odeio camarão; e, segundo, se eu comer, eu corro o risco de morrer.



Kleber Pedroso
Humorista e redator

Last Updated on Thursday, 04 May 2017 14:35
 
« StartPrev12NextEnd »

Page 2 of 2

Translate

Portuguese English Spanish