Home Saúde e Beleza
Saúde | A importância do autoexame de mama
Tuesday, 15 August 2017 00:00


O autoexame de mama é feito para detectar alterações que podem causar o câncer de mama. Você deve fazê-lo uma vez por mês para poder detectar qualquer problema o mais rápido possível. Entenda que o autoexame é uma das melhores coisas que você mulher pode fazer pela sua saúde. A importância de detectar o câncer de seio desde início pode salvar sua vida.

Quando o câncer de mama é detectado em estágios iniciais, é possível tratar com sucesso a maioria das mulheres. O exame de rotina feito pelo seu médico e a mamografia são fundamentais.

Todas as mulheres devem fazer esse teste e isto inclui mulheres que já tiveram menopausa, grávidas, implantes dos seios e as que amamentam. O autoexame tem que ser feito alguns dias depois da sua menstruação, porque os seios estão mais macios e menos inchados. Procure fazer o exame no mesmo dia de cada mês.

Já a mamografia é indicada: no período de um a dois anos para as mulheres depois de 40-50 anos; uma vez por ano para mulheres com 50 anos e mais; uma vez por ano para mulheres com parente de primeiro grau (irmã, mãe, filha) ou mais de um parente que teve câncer de mama ou de ovário da menopausa.

O autoexame deve ser feito sempre sob iluminação adequada. Sente-se ou fique na frente de um espelho. Coloque seus braços em seus lados. Veja se há ondulações, pequenas rugas ou vermelhidão na pele da mama, secreção mamilar ou mudanças no tamanho ou forma da mama. Observe se esses sinais pressionando fortemente as mãos sobre os quadris e, em seguida, levantar braços.


Exame de palpação


Deite de costas. Coloque uma toalha dobrada ou travesseiro sob seu ombro esquerdo. Coloque sua mão esquerda sob ou sobre a testa. Ele também pode ser sentado, para determinar se há alterações em pé.

Com a mão direita, mantendo os dedos esticados e juntos, suavemente sentir sua mama esquerda, sem pressionar demais. Use um dos três métodos aqui ilustrado. Em seguida, abaixe o braço direito e realizar o teste no outro peito.


Escolha um desses métodos


► Circular palpação − Comece no topo da mama e mova os dedos lentamente ao redor do exterior com um movimento circular grande. Quando você voltar ao topo novamente, mova a mão um pouco mais perto do mamilo e faça um pequeno movimento circular. Repita esse processo com círculos cada vez menor até que tenha examinado todos os tecidos da mama.


► Linhas − Comece na área das axilas. Sinta com os dedos lentamente para baixo até chegar à parte inferior da mama. Passe os dedos mais pertos do mamilo e, lentamente, mova-os de volta usando o mesmo movimento. Utilize esse padrão para cima e para baixo para examinar toda a mama.


► Borda - Comece com a borda externa da mama. Sinta com os dedos lentamente até tocar o bico em forma de uma seção da cunha ao mesmo tempo. Repita esse processo para analisar a área da mama inteira.

Não esqueça: com qualquer método que você usar, certifique-se de examinar os mamilos também. Aperte suavemente o mamilo para detectar secreções. Examine a parte superior do tórax e axilas. Esses lugares também contêm tecido mamário.

Fique atenta aos sintomas durante o autoexame, ligue para o seu medico se você encontrar: massa ou nódulo; inchaço; irritação da pele; dor; caroços; retração do mamilo; mama da pele vermelha; descamação da mama; secreção mamilar.

Quanto mais rápido se detecta o problema, mais provável e o sucesso do tratamento. É muito importante lembrar que o uso de anticoncepcionais, terapia de reposição hormonal, período pré-menstrual, amamentação, gestação e aborto recente podem influenciar e dificultar a identificação de nódulos.

Faça do autoexame uma rotina na sua vida. Afinal, o cuidado com a sua saúde é um grande ato de amor, valorização e respeito para com seu corpo, sua saúde e sua própria vida!



Por Dra. Lynne Cunningham
Tradução por Marcia Schmitt

Last Updated on Tuesday, 15 August 2017 20:16
 
« StartPrev12345678910NextEnd »

Page 1 of 17

Translate

Portuguese English Spanish