Home Bem estar
Bem Estar | Venha 2018!
Friday, 15 December 2017 00:00


Você se lembra das metas de 2017? Quais foram as suas e o que efetivamente, mudou ou realizou? Tente reler as propostas e aprimorá-las, realizando um projeto para 2018. Agora eu te convido a refletir.

Podemos pensar que o tempo foi uma invenção da humanidade para ajudar a classificar e organizar o dia das pessoas. Afinal, certo era o nascer e o pôr-do-sol. E nesse intervalo, os humanos faziam suas atividades. Se temos certeza que o dia fica claro e depois escuro, e o que fazemos no decorrer do dia será sempre sua escolha. O rito de passagem para um novo ano traz a ideia de novas possibilidades, de que está surgindo uma nova janela de tempo que você possa preencher com mudanças. Mas essa janela não é sinônimo de escolhas, é você quem define se continuará trilhando sua história pelo mesmo caminho ou se irá trilhar um novo.

Vale refletir sobre o quanto você quer mudar e aprofundar em seus problemas para transformá-los nessa nova janela. Para mudar algo, precisará de esforço, dedicação, o que pode causar cansaço, irritação e tristeza, e ainda requer determinação. Tudo isso está pouco ligado à sorte, sobre qual cor escolher para a virada do ano.

Enchemo-nos de esperança apenas por “entender” que um novo ano vem com novas oportunidades. Quais são os seus pesos, quais excessos você precisa eliminar? Hoje recebi uma publicação no facebook que dizia: “Muita gente se preocupa em ser magro, mas não se preocupa em ser leve.” Peso esse ligado aos nossos pensamentos, às ideias, aos conceitos, às responsabilidades e às culpas (que podem não ser suas, mas que assumiu de alguma forma). Estar leve é enfrentar as dificuldades diárias com mais flexibilidade e menos julgamentos.

Eu lhe convido a reescrever tudo isso. O escultor Bobbie Carlyle esculpiu “Self Made Man”, uma escultura que descreve um homem lapidando a si mesmo de uma pedra bruta, esculpindo seu futuro, a partir da pedra que ele está emergindo: “O homem esculpindo saindo da pedra, esculpindo seu personagem, esculpindo o seu futuro.”

Esse trabalho traz um forte elemento psicológico, lidando com o espectro completo e a complexidade da emoção, as lutas e os triunfos da vida. Se a escultura que está se formando não é boa, não impede de recomeçar, afinal, a vida é feita de recomeços. Um novo ano nos ajuda a dividir a vida e fazer a ideia de que tudo está recomeçando: ideias, histórias e até mesmo amores... Um novo ano remete a esperanças renovadas, a ideia de que temos a oportunidade de recomeçar. E a partir daí agir e pensar na estrutura aprendida, colocar uma nova luz.

Não se apegue a superstições para ter um ano próspero. Seja você o dominador da sua vida, não dê as rédeas para o universo ou a sorte. A responsabilidade de se ter uma nova janela de mudanças e realizações não está no amarelo que você vestia enquanto pulava suas ondinhas. Você é o único responsável por aprender e conquistar o que almeja. Mas seja justo consigo mesmo, não coloque metas inalcançáveis ou que requer além do seu tempo, sua saúde e seu bem-estar.

Acredite em você, invista, seja justo e leal com o seu corpo e com sua mente. Independente de sua religião, essa é efetivamente a oportunidade que tem de fazer algo que se orgulhe. Então aproveite o rito de passagem, a ideia de uma nova janela, para fazer o que ainda não fez.

Desejamos a você uma feliz vida!



Por Rosemeire Guimarães
Psicóloga e Neuropsicóloga CRP 6/93955
55 11 98445 8816 (whatsapp)
Email: This e-mail address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it (Skype)
Site: www.psiquecogitare.com

Se você quer alguém para conversar, sem julgamentos e imparcial, ou apoio psicológico profissional para você ou um membro de sua família, entre em contato pelo Whatsapp. Podemos ajudar!

Last Updated on Friday, 15 December 2017 13:00
 
« StartPrev1234567NextEnd »

Page 1 of 7

Translate

Portuguese English Spanish